Tudo sobre os Navios Cargueiros

Os primeiros navios cargueiros surgiram há muitos séculos atrás, há mais ou menos 10 mil anos. E de lá para cá o transporte náutico vem se aprimorando, sendo inclusive indispensável no transporte de cargas. Como por exemplo:

  • Porta contêineres
  • Graneleiro
  • Carga geral
  • Tanque
  • Ro-ro
  • Gaseiro
  • Petróleo

Conheça mais detalhes a seguir!

Veja também: Qual o Maior Navio Cargueiro do Mundo?

Quais são os Tipos de Navios Cargueiros?

Navios cargueiros – Porta Contêineres

Os porta – contêineres são comumente utilizados no transporte de manufaturados. O contêiner geralmente quando em terra é transportado por caminhões e trens.

O tamanho das “caixas” favorece o transporte de qualquer coisa de maneira segura. Voltando a falar sobre os navios, saiba que estes são compostos de vários porões equipados com “células” o que permite os contêineres serem encaixados de forma a não se moverem durante a viagem.

Navio cargueiro – Graneleiro

O navio cargueiro graneleiro, como o próprio nome sugere, faz o transporte de cargas como: soja, milho, açúcar, carvão, minérios, fertilizantes entre outros.

O navio é preparado para o transporte, utilizando embalagens próprias para que as cargas não tenham contato com nenhum tipo de umidade.

Navios de carga seca são navios com porões espaçosos ocupando toda a sua parte principal. São de um, dois e três decks, dependendo do tamanho da nave.

Na sala de máquinas, na maioria das vezes há uma instalação a diesel, está localizada na popa ou deslocada mais perto do arco por um par de porões de carga.

Para cada porão, os projetos de navios de carga fornecem para sua própria escotilha ou até mais de uma, fechando mecanicamente.

Os modernos navios de carga marítima têm retenções refrigeradas para bens perecíveis.

As mercadorias são transportadas em porões com paredes inclinadas para auto distribuição de carga, tanto longitudinalmente quanto transversalmente. Entre o lado e as paredes há tanques para água de lastro.

Navios cargueiros – Navio Tanque

O navio tanque apenas transporta produtos líquidos, como por exemplo: petróleo, líquidos químicos em geral, óleos, metanol etc.

Normalmente a capacidade no navio tanque varia de 5 a 40 mil toneladas, seu sistema de carga é adequado conforme o tipo de mercadoria a ser transportada.

Navio cargueiro – Navio Petroleiro

Trata-se de um navio tanque exclusivamente para transportar petróleo assim como seus derivados. O navio tanque possui uma estrutura própria para o fim, o transporte com segurança.

Uma estrutura gigantesca de canos, pavimentos, tudo interligado, garantindo ainda a distribuição do peso líquido no navio.

Navio cargueiro – Navio Gaseiro

Os navios gaseiros estão destinados para transportes de gases liquefeitos (propileno, GPL, etileno, entre outros).

O navio gaseiro possui tanques arredondados e pode contar com 4 tipos de tanques: tanques independentes, tanques de membrana, tanques integrais e tanques semi-membrana.

As operações de carga são realizadas utilizando um sistema especial, que inclui bombas, compressores, dutos e um tanque intermediário. O lastro em tanques de trabalho não deve ser aceito e, portanto, está equipado nas laterais ou em um fundo duplo.

O transporte de gás é sempre explosivo, então há um poderoso sistema de ventilação e um alarme sobre vazamentos de gás. A extinção dos incêndios ocorre com a ajuda de dióxido de carbono.

Navio Cargueiro Ro-Ro

A sigla identifica os navios Roll on-Roll off, sendo este um segmento específico dentro da navegação. Esses navios transportam cargas que “rolam” entram ou saem do navio através de rolagem.

Navio cargueiro de carga geral

Esses navios podem transportar variadas cargas ao mesmo tempo, veículos, caixas, barricadas etc. alguns navios ainda são equipados para transportar produtos refrigerados.

Embarcações especializadas

Esses graneleiros podem ser divididos em grupos em refrigerados, reboques, navios de contêineres, caminhões de madeira, embarcações para o transporte de carros, carga a granel, gado e afins.

Frigoríficos transportam produtos perecíveis, frutas, peixes ou carne. Nos porões de carga existe isolamento térmico confiável, unidades de refrigeração que fornecem resfriamento constante com uma temperatura de cinco graus a menos vinte e cinco.

Os frigoríficos modernos podem não só manter a temperatura, mas também produzir um congelamento rápido, eles pertencem aos frigoríficos de produção e transporte.

Os cargueiros secos destinados ao transporte de frutas são equipados com ventilação aprimorada de todos os porões.

As características técnicas dos navios cargueiros proporcionam uma capacidade de transporte de até doze mil toneladas, a velocidade desses graneleiros é maior do que a dos navios de uso geral, uma vez que os produtos são perecíveis e exigem possível entrega rápida.

Os navios de contêineres transportam cargas pré-embaladas em contêineres que pesam de dez a vinte toneladas cada, e o próprio navio levanta vinte mil toneladas e se move a uma velocidade de até trinta nós.

Os contêineres são carregados e descarregados de forma rápida e fácil devido ao fato de que o convés de navios de contêineres está adaptado a uma abertura mais ampla acima dos porões.

Na maioria das vezes, o carregamento e o descarregamento são realizados por meio do terminal, guindastes de portal. Caminhões de madeira são um tipo de navios de contêineres, são barcaças chamadas porta-aviões mais leves, são descarregados do navio diretamente na água e rebocados para o cais.

Reboques

Navios deste tipo hoje têm todas as potências marítimas, porque este navio é poderoso, de alta velocidade e permite que você carregue e descarregue rapidamente, cerca de dez vezes mais rápido do que em navios não equipados com reboques especiais, nos quais as mercadorias são simplesmente importadas e exportadas do navio.

O desenvolvimento industrial ampliou significativamente e fortaleceu significativamente o comércio entre os países, agora é necessário transportar equipamentos de construção, agrícolas, transportes a longas distâncias.

Os navios de carga marítima e fluvial realizam tais tarefas da melhor forma possível. Reboques transportam carga em reboques que simplesmente rolam para os porões.

A capacidade de carga dos reboques é de mil a dez mil toneladas, e a velocidade é de até 26 nós. Este é o tipo mais promissor e em execução de navio de carga hoje.

Eles estão constantemente sendo melhorados. Muitos reboques, além da carga nos porões, são adaptados para transportar contêineres no convés superior.

Espero que tenha gostado de saber um pouco melhor sobre os navios cargueiros. Até a próxima!

Esse conteúdo foi desenvolvido em parceria com o site Naval Porto Estaleiro, um site especializado em economia e indústria naval.

Leia mais: Como escolher um técnico em mineração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *